Museu da memória e dos direitos humanos vale a pena?

Fizemos um roteiro de um final de semana em Santiago do Chile e com esse tempo corrido precisaríamos ser bem específico nos pontos turísticos para visitar. E acertamos em cheio quando visitamos o Museu da memória e dos Direitos Humanos em Santiago, é um museu incrível e vale muito a pena a visita.

Sobre o Museu da Memória e dos Direitos Humanos

É um espaço criado para mostrar todas às violações dos direitos humanos cometidas durante a ditadura chilena que ocorreu entre 1973 e 1990. O principal objetivo do museu é dar um dignidade aos familiares que perderam seus entes e estimular a reflexão e o debate sobre a importância da tolerância para que os eventos como esse nunca mais aconteçam.

O museu foi inaugurado em janeiro de 2010 pela presidente da época Michelle Bachelet. Na entrada do museu tem uma frase linda dela que marca muito o principal significado da criação do museu.

Foto de Michele Bachelet na entrada do Museu da Memória e dos direitos humanos
Frase e Michelle Bachelet: “Não podemos mudar nosso passado, só podemos aprender com o que vivemos, essa é nossa responsabilidade e nosso desafio.”

Por todo o museu você vai encontrar documentos, arquivos, desenhos, fotos, vídeos, folders e objetos para retratar de forma cronológica a história do golpe de estado no país.

A história começa com o golpe de Estado, a repressão dos anos seguintes contra quem era contrário, a resistência, o exílio, a solidariedade internacional e a defesa dos direitos humanos.

Painel com atrocidade realizada por todo o mundo.

Além de conter um acervo grande de conteúdo de mídias em diferentes formatos, o museu oferece um Centro de Documentação, chamado de CEDOC, onde pesquisadores, estudantes e público em geral podem acessar toda documentação através da plataforma digital disponível no museu.

“O Museu da Memória e dos Direitos Humanos é um espaço dinâmico e interativo que resgata a história recente do Chile e reconecta com a verdade, que está crescendo e se projeta na promoção de uma cultura de respeito pela dignidade das pessoas.” Definição oficial do Museu.

Preço do Museu da Memória e dos Direitos Humanos

A entrada do Museu é gratuita, inclusive a maioria dos museus em Santiago tem sua entrada gratuita. Isso é muito legal para estimular tanto a população quanto os turistas, a visitar os museus da cidade.

É disponibilizado um aparelho de áudio em diversas línguas, inclusive em Português para que você possa ter uma imersão ainda maior do museu. É cobrado 2.000 pesos chilenos para usar o aparelho.

Horários do Museu da Memória e dos Direitos Humanos

Propaganda

O museu funciona de Terça à Domingo das 10h00 às 18h00 e fecha nos feriados do dia 01 de Janeiro (Ano Novo), 01 de Maio (Dia do Trabalho), 18 de Setembro (Festa Nacional), 19 de Setembro(Dia das Glórias do Exército) e 25 de Dezembro (Natal).

Como chegar ao Museu da Memória e dos Diretos Humanos

Metrô

A melhor opção para chegar até o Museu é de Metrô, você só precisa pegar a linha 5 e descer na estação Quinta Normal. O museu fica exatamente na saída da estação. Além disso aproveite depois para conhecer o parque Quinta Normal.

Carro

Para chegar de carro recomendo usar o GPS, aqui vou deixar o link no Google Maps para ir direito para o Museu. O endereço do Museu: Matucana 501, Santiago, Chile. Você pode colocar também no GPS, Estação de Metro Quinta Normal, que você chega do mesmo jeito.

Estacionamento no Museu

No museu tem um estacionamento, onde é cobrado por minuto, 25 pesos chilenos por minuto.

Ônibus

Indo de ônibus é um pouco mais confuso, mas com Google Maps é tranquilo, ele indica até o ponto de ônibus que você tem que ir.

Pela rua Matucana: Pegue o ônibus 507 ou B26 – B28:
Pela rua Catedral:Pegue qualquer uma dessas linhas, J09 – J10 – J19;
Pela rua Empresa: Pegue qualquer uma dessas linhas, 505 – 508 – 510;

Vale a pena visitar o Museu?

Na minha opinião é um dos passeios indispensável em Santiago. Esse museu é uns do melhores e mais impactantes que já visitei. Outro que eu recomendo a visita é o Museu do Apartheid na África do Sul!

Organize sua viagem com nossos parceiros

Seguro Viagem | Viajar assegurado dá tranquilidade caso ocorra uma emergência, você saberá para onde ligar para pedir ajuda. Saiba mais sobre o Seguro Viagem aqui! Agora temos uma ótima notícia, nosso blog tem 5% DE DESCONTO em todos os Seguros de Viagens da Seguros Promo. Clique aqui para acessar o site da Seguros Promo e coloque o cupom VIAJARSEMGRANA5 e viaje tranquilo!

Hospedagem | Saber escolher o local para se hospedar faz toda a diferença na viagem. Por isso usamos o Booking.com para escolher o melhor lugar para ficar com base em avaliações de outros viajantes. Reserve sua hospedagem no Booking.com agora!

Chip Internacional | Sair do país já com o chip de internet para usar no destino é a melhor opção, além de precisar usar o Google Maps e o Uber por exemplo, é questão de segurança. Recomendamos a EASYSIM 4U para usar fora do Brasil.

Passagens Aéreas Baratas | Economizar na passagem é fundamental, por isso fizemos um post com os melhores lugares para achar passagens baratas. Usamos o site PASSAGENS PROMO para viagens nacionais e a VIAJANET para passagens nacionais e internacionais.

Passeios no destino | Não fique na mão de agência de viagem, antes de contratar qualquer passeio, use o GET YOUR GUIDE, plataforma de passeios baseada em avaliação dos próprios viajantes.

Viagem de Carro | Para sempre conseguir o menor valor em locação de carro, usamos a RENTCARS, ela traz na página todas as locadoras com os valores, mesmo locando um carro fora do Brasil, na Rentcars, você não paga IOF.

você pode gostar também
Comentários

Utilizamos cookies para proporcionar-lhe uma melhor experiência. Se continuar navegando em nosso site, consideramos que está de acordo com a nossa política de privacidade. Aceitar Ler mais!